Loading Posts...

Inumanos l Crítica – animado, com ação, surpresas e reviravoltas, mas também tem pontos negativos

Uma coisa é fato, Marvel’s Inhumans (Inumanos) ganhou certa atenção do público desde o anúncio quê, a família real ganharia uma série de TV. Mesmo que na grande maioria das vezes, tal atenção tenha sido por seus pontos “negativos” já notados antes mesmo das gravações da série se iniciarem. Um misto entre curiosidade e receio, principalmente depois do primeiro Trailer vazado. A preocupação com a caracterização dos personagens, o cabelo da Medusa, as roupas, o cenário, os atores, tudo isso levou a uma única conclusão, a série vai ser um fiasco!! O receio acabou tomando conta da animação, e trazendo aquela leve frustração.

Após o trailer liberado na Comic Con, a empolgação e a curiosidade sobre a série voltou. E ficou visível que melhorias foram feitas, com os últimos materiais que saíram sobre a série. Mas afinal de contas, qual o veredito “final”? A série é boa ou um fiasco? Como todos sabem, hoje (31) estreou nas salas IMAX, os dois primeiros episódios da série, e como tem sido desde o início, a série está dividindo opiniões. Aqui está o nosso Review opinião dos dois primeiros episódios.

OBS: Contém alguns spoilers.

1Fotografia

É inegável a qualidade das imagens logo nos primeiros minutos, o foco nos pequenos detalhes, a movimentação das câmeras, deixa visível o cuidado que a equipe de produção e pós tiveram. É claro, tudo ter sido filmando com câmeras IMAX, colaborou ainda mais para o trabalho. Em diversos momentos nos é entregue, uma fotografia extremamente linda. Uma das preocupações, era sobre a casa da família real, “A casa é esse pedaço de concreto?” Logo após a cena “de amor” do nosso rei e rainha, os dois estão na sacada do quarto, e a camera foca apenas nos dois, e logo em seguida a imagem vai abrindo, nos dando visão de toda a cidade. A arquitetura de Atillan é incrível, com um ar meio distópico, e tecnológico. Alguns cortes de cenas são bagunçados, o que atrapalha na beleza e na sequência de algumas cenas. Já no segundo episódio, o foco é muito mais nos personagens, todo o giro das câmeras em volta deles, mas a beleza da fotografia contínua.

2Efeitos

De longe, a maior das preocupação, “Como vai ser o Cabelo da Medusa?”; “Um Bulldog gigante todo de CGI?!” Bem, uma coisa ficou clara no primeiro episódio, faltou movimento no cabelo da nossa rainha, como todos já sabem, o cabelo é praticamente uma entidade cósmica, que está sempre em movimento, e claro você estranha quando ele fica totalmente parado. Mas o cabelo dela reagia conforme as suas próprias emoções, quando ela está em seu momento relaxado e de amor com o Raio Negro, ele se move calmamente cobrindo os dois. Ele se levanta todo e luta, nos momentos que ela se sente ameaçada, por Maximus e seus guardas. E também nos momentos de preocupação de Medusa, você pode perceber alguns movimentos. Ele também “reage” com a perda, sim, a perda. O dentinho, têm como não amar? Ele simplesmente ficou perfeito, cada detalhe dele, isso fica visível quando você repara na respiração dele, sério, é incrível. Pouco foi nos apresentado em relação a poderes de personagens, os cascos de Gorgon, e o momento em que ele usa seus poderes é incrível! Os poderes da Cristalys foram poucos mostrados e usados, mas os efeitos nos mesmo, são bons. A cena em que Raio Negro usa sem querer seus poderes, foi muito bem feita. Os efeitos nas armas o que incomoda é o barulho delas, principalmente as armas de Atillan, mas não é nenhum erro grave, ou que estrague alguma cena. Os efeitos apresentados nos dois episódios, são bons, e colaboram com a qualidade fotográfica apresentada até então. As lutas, algumas cenas realmente deixam a desejar, falta limpeza nos movimentos, e realidade nos mesmos.

3Personagens e atuações

Logo no primeiro episódio você se apega a carisma de alguns personagens, em disparada é claro, Dentinho, ele literalmente rouba a cena quando aparece, e quem é que não gosta de um Bulldog Gigante? A sua dona, Cristalys, também conquista, o carisma dela é evidente, ela tem um ar meio infantil e ao mesmo tempo adulto, ela definitivamente transmite alegria, e você logo se apega a personagem. Gorgon é outro personagem com carisma de sobra, ele têm um ar divertido, mas ao mesmo tempo durão, afinal, ele é o líder da guarda real. Karnak, seu tom sério, sábio e sincero demais te deixa em dúvida em que tipo de sentimentos você terá por ele, o personagem foi pouco aproveitado no primeiro episódio e no segundo, mas provavelmente isso muda nos próximos. Auran, bem, ela é uma soldada “badass”, aliada ao Maximus, ela é aquele típico personagem que de cara você já cria uma relação de amor e ódio. Pessoalmente, eu não gostei da maneira que ela foi desenvolvida, é quase irritante, mas acredito que é mais um erro de direção, do que da personagem ou atriz. Maximus, Iwan é um ator incrível, e pra quem achava que ele seria um “Bolton” em Inumanos está muito enganado, a atuação dele, deixa claro em seus primeiros minutos em cena, ele é o Maximus, você se apega imediatamente ao personagem e a sua causa. Medusa, se uma coisa que não faltou nesses dois episódios foi expressão, a preocupação, o amor, o olhar de rainha, a raiva… Tudo isso está lá, mas em certos momentos, naqueles que você mais espera, a reação não aparece, e isso faz falta em determinadas cenas. Raio Negro, outro personagem que foi necessário muita expressão, afinal, ele não fala. Você entende as suas feições, e o que ele está tentando “dizer”, a linguagem de sinais que ele usa pra se comunicar, foi muito bem desenvolvida, e nem de longe é uma coisa ridícula, como muitos disseram que seria. Acontece que, algumas dessas expressões irritam, não porque não sejam boas, mas pelo fato de deixar ele com um ar meio infantil, falta uma pegada de Rei Raio Negro, falta uma certa “Dureza” no personagem.

Tirando Iwan, nenhum dos atores teve papéis de grande importância na TV ou no cinema. As atuações nos dois primeiros episódios são condizentes, não existe um ator ruim na série, acho que é muito mais uma questão de como dirigem o ator na cena, sendo que o ator sempre vai fazer aquilo que está sendo lhe pedido, e desenvolvido.

4Considerações finais

Inhumans segue o mesmo estilo de outras séries da Marvel, um primeiro episódio animado, com ação, surpresas e reviravoltas, dando continuidade com um episódio de desenvolvimento mais lento. Os dois primeiros são muito melhores que os primeiros episódios de Agents of S.H.I.E.L.D. e até mesmo Punho de Ferro (também produzida por Scott Buck). A trama política da série traz um ar mais adulto e sério para a série, fazendo você se envolver com a trama logo nos primeiros minutos. Ela tem seus pontos negativos? Tem! Mas não existe nada que não possa ser concertado e/ou melhorado. Além de apresentar mais pontos positivos que negativos. Para quem conhece a família real e suas histórias, sabe que a série tem todo potencial para se tornar uma das melhores séries da Marvel.

6,5Nota

OBS: Nosso review/crítica/opinião é baseada nos dois primeiros episódios da série! Todos nós sabemos o potencial das séries da Marvel em evoluir, ao invés de perder a qualidade.

Ainda está indeciso se vai assistir ou não Inumanos nas salas IMAX ou na TV? Confira este artigo com tudo o que você precisa saber antes de assistir os primeiros episódios de Inumanos.

jacksohmygosh

The author didnt add any Information to his profile yet

Loading Posts...
Close